Viva com Propósitos !

Você já se perguntou: Porque vivemos ? Será que nasci só para estudar, trabalhar, casar, ter filhos e morrer ? Qual o sentido disso tudo ?

Muitas vezes achamos que a felicidade e o propósito da vida está em realizações pessoais, como: Imigrar para o Canadá, ter filhos, ter uma profissão bem sucedida e realização financeira.

A felicidade e o sentido da vida tem sido estudado e procurado ao longo da existência humana. Filósofos têm tentado encontrar a resposta para esse enigma, teólogos e vários outros estudiosos e leigos. Não encontram porque começam de forma errada, quer se descobrir para depois descobrir o sentido da vida. Aprendemos que devemos olhar para dentro de nós para nos encontrar, não adianta, não nos conhecemos o suficiente para isso. Somos criaturas. Somos limitados. Você não descobrirá o significado de sua vida em livros, filmes e seminários, e nem olhando dentro de si mesmo. Você não se criou, logo, não há como dizer para que foi criado! Enquanto não comprendemos isso, a vida terá um vazio que jamais se consegue preencher.

Para descobrir o propósito para o qual fomos criados existem duas opções:

1) Uma é a especulação, escolhida pela maioria das pessoas, que vivem de suposições.

2) A outra opção é a revelação. Para se saber como um invento funciona, perguntamos para o seu inventor. Um exemplo é que quando compramos um aparelho eletrônico e não sabemos usar, temos que ler o manual do produto. Descobrir o propósito de sua vida funciona da mesma forma: pergunte a Deus, que foi o seu criador. A Bíblia é o nosso manual do proprietário, que explica porque estamos vivos, como a vida funciona, o que evitar e o que esperar do futuro.

Não nascemos somente para cumprir propósitos pessoais, mas para cumprir o propósito do criador, só assim as coisas começam a fazer sentido e seremos realmente felizes. Descobrindo o seu propósito de vida, você será feliz não importa aonde morar ou qual a sua situação pessoal.

Se você pensa em imigrar para o Canadá achando que vai encontrar a felicidade ou o propósito da sua vida, corre um grande risco de ser infeliz e não ter sucesso. Felicidade não é circunstancial, não cai do céu e não está no PR Card. Um homem feliz é aquele que acorda com um propósito, com uma missão, sabendo para que nasceu.

Eu não vim para o Canadá para ser "feliz". Ainda no Brasil encontramos a nossa felicidade e ela vem nos acompanhando mesmo depois de já ter morado em seis cidades diferentes. A cada dia que se passa, as peças do "quebra-cabeça de Deus" vão se juntando porque descobrimos o nosso propósito de vida. Viemos porque descobrimos que o Canadá está dentro desse "pacote".

Resumindo, você tem duas opções de viver a vida:

1) Deixa a vida me levar, vida leva eu......como já dizia Zeca Pagodinho...(sem saber para onde a vida vai).

2) Viver nos propósitos de Deus.

Todas as coisas foram criadas para Ele e Nele encontram propósito.
(Colossenses 1.16; Msg).

Calgary x Vancouver


Depois de ler o post da Mariana Vancouver x Toronto no Blog La no Canada (parabéns pelo post Mari), me surgiu a idéia de escrever um post sobre as diferenças entre Calgary e Vancouver, do meu ponto de vista e pela experiência que eu tive morando em Vancouver. Outro motivo de escrever sobre isso, é que eu tenho recebido alguns emails pedindo para eu falar mais sobre as duas cidades e qual eu aconselharia.

Emprego

Calgary:
* A provincia de Alberta é conhecida por ter uma das melhores economias do Canadá, e isso acaba gerando emprego. Destaque para as áreas de TI e Engenharia.
* Vaga de trabalho em empresa de Petróleo. Ainda não conheci melhor lugar para se trabalhar do que em empresa de Petróleo.
* Salário acima da média de qualquer outra província no Canadá e sede de grandes empresas.

Vancouver:
* A Economia gira em torno do Turismo, recursos naturais e produção de filme.
* Muitos candidatos para poucas vagas de trabalho. Isso faz com que os salários fiquem bem abaixo comparando a mesma vaga em uma empresa de Calgary.
* A cidade possui escritório de grandes empresas mas poucas são sede da empresa.

Neste ponto, Calgary oferece muito mais oportunidades. Aconselho para imigrantes quem são mais "conservadores" e não querem aguardar muito tempo para encontrar um bom trabalho.

Clima

Calgary:
* Faz muito frio e o clima é muito seco (igual Brasília). No inverno as temperaturas podem chegar a -30 e dificilmente você vê pessoas andando na rua.
* Paisagem de deserto por muitos meses. Grama sem cor e árvores sem folhas por mais da metade do ano. Ano passado não teve outono, o inverno chegou antes com muita neve e as folhas cairam.
* Cidade mais ensolarada do Canadá. Sol quase todos os dias.

Vancouver:
* Chove muito e clima úmido, com isso a cidade está sempre verde.
* Dificilmente a temperatura fica negativo, mesmo no inverno.
* Paisagem linda o ano inteiro.

Mesmo com a chuva, eu ainda prefiro o clima de Vancouver. Morando aqui, aprendi a valorizar quando a temperatura está na faixa de -15, afinal dá para andar na rua vestindo 3 camadas de roupa.

Custo de Vida

Calgary:
* Custo muito inferior ao de Vancouver. Aqui se paga apenas 5% de taxa e tudo acaba ficando mais barato.
* Aluguel mais em conta e o preço de imóvel bem inferior.

Vancouver:
* Tudo sem excessão mais caro do que em Calgary. Com a recente implantação do HST (Harmonized Sales Tax), produtos que antes não tinham taxas, como alimentos e corte de cabelo, agora terão 12% de taxa.
* Aluguel mais caro e preço dos imóveis altíssimos.

Aqui em Calgary podemos pensar em ter uma bela casa para receber a família e ter espaço para criar os filhos, em Vancouver isso seria bem mais difícil.

Transporte Publico

Calgary:
Um dos transportes mais usados é o C-train (trem elétrico). As estações são todas abertas, coitado do povo no inverno...Praticamente a cidade não tem estrutura nos pontos de trem e de onibus, levando em consideração o frio que faz no inverno.

Vancouver:
Tem o moderno Skytrain e diversas estações subterranêas. Como não faz muito frio, não tem problema das estações de ônibus serem abertas.

Vancouver ganha disparado no transporte publico, ainda mais com a nova linha Canada Line que te leva de metro até o aeroporto e as estações são super high-tech. Calgary bem que poderia pegar como modelo as estações de ônibus de Curitiba,PR. Todas as estações são tubos com conexão direta para o ônibus.

Beleza

Seria covardia comparar a beleza de Vancouver com Calgary. O clima seco traz uma paisagem de deserto para a cidade, mas graças a Deus temos Banff aqui pertinho para ver a natureza. Calgary não parece ser urbana e tem jeito de cidade de interior.

Em Vancouver temos o mar e a montanha. Podemos caminhar na beira mar, esquiar no final da tarde, tomar café em English Bay de frente para a marina ou comer peixe vendo o mar.

Morar em Vancouver, que foi eleita a cidade com melhor qualidade de vida do mundo não poderia ser barato, e paga-se muito caro para isso. Muitas vezes o preço vai além do esperado mas nada como um bom planejamento para aguentar a barra enquanto não aparece um bom trabalho.

Morar em Calgary, cidade que oferece melhores oportunidades de trabalho também tem um preço. Acabamos viajando para algum lugar no feriadão ou no final de semana. É impressionante como o povo aqui gosta de viajar e os principais destinos são Vancouver, Caribe, México, California e Hawaii.

Particularmente, eu prefiro Vancouver para morar e Calgary para trabalhar. No momento, Calgary é o melhor local para nós porque estamos trabalhando na nossa área de formação e temos uma boa qualidade de vida.

Você tem um lugar no Québec

Oi Pessoal,

foi lançado o site oficial da campanha "Você tem um lugar no Québec"...

segue o link:

http://www.imigrarparaquebec.ca/

Excelente para quem quer imigrar para o Canadá e não pode aplicar pelo processo federal...

Mudanças na comprovação do idioma

Como vocês ja sabem, o IELTS e o CELPIP são as únicas provas de inglês oficiais aceitas no processo federal de imigração, porém quem não quisesse enviar a prova tinha a oportunidade de enviar qualquer outra comprovação de fluência no idioma, mas agora isso está mudando um pouco.

A opção de enviar outra comprovação fora o IELTS vai continuar existindo, porém agora eles serão mais rígidos. Anteriormente eles davam uma “segunda chance” para quem não apresentasse um material convincente. Normalmente eles chamavam a pessoa para uma entrevista particular no consulado em São Paulo ou eles davam um prazo para a pessoa prestar o IELTS. A partir do dia 10 de Abril esta “segunda chance” não está mais valendo e processo poderá ser negado caso o consulado não fique satisfeito com o material enviado:

“If the evidence provided is not sufficient, FSW applicants will only be awarded the number of points demonstrated by the material submitted, and CEC applicants may have their applications refused if the minimum requirement has not been demonstrated. ”

“As a result, after that date (April 10), applicants will no longer have any expectation of a second opportunity to provide conclusive evidence and visa officers can process applications more quickly. ”

Fonte: http://www.cic.gc.ca/english/resources/manuals/bulletins/2010/ob166.asp

Hoje eu baixei o formulário IMM5612 (Checklist dos documentos a serem enviados para o escritório em Sydney,NS) e como ele continua com a mesma versão de 09-2009, na minha opinião o IELTS terá que ser enviado juntos com os documentos para o consulado em São Paulo. Eu creio que se fosse para enviar o para Sydney,NS eles teriam atualizado o checklist IMM5612 com um campo para o IELTS.

Outra mudança é que agora eles também estão aceitando o IELTS Academic. Antes era apenas o “General Training”:

For the IELTS reading and writing tests, there are ‘General Training’ and ‘Academic’ options. CIC only requires to have their proficiency assessed by the ‘General Training’ test but will also accept the results of the ‘Academic’ test.

Fonte: http://www.cic.gc.ca/english/resources/manuals/op/op06-eng.pdf

Tax Free para Residentes de Alberta nos EUA

No feriado da páscoa eu e a Amanda fomos passear em Vancouver para visitar os amigos e aguardar o nascimento do baby da Chocolatra e do Gustavo. Graças a Deus o Gustavinho veio com muita saúde e parabéns ao Gustavo e a Carla pelo Baby.

Esta foi nossa primeira visita a Vancouver depois que nos mudamos para Calgary em Dezembro. A impressão foi de ter saído do deserto para o mar, rsrs. A diferença no clima e na paisagem que temos entre as duas cidades é incrível. Calgary continua muito seco, sem folhas nas árvores e gramas sem cor desde Novembro passado enquanto em Vancouver vemos muito verde e várias árvores coloridas. Eu acho que não temos primavera por aqui...

Um dos roteiros do nosso passeio foi dar um pulo no Premium Outlet em Seattle (1h 30m de Vancouver). O shopping é enorme e tem lojas das melhores marcas com preços excelentes. A melhor surpresa do dia foi que no momento de fazer um pagamento, o vendedor viu na minha carteira a minha Drivers Licence de Alberta e perguntou:

Você é residente de Alberta ?

Sim...eu sou...

Sabia que residentes de Alberta não pagam nenhuma taxa no estado de Washington-EUA?

Great !

Mais um benefício para quem mora na pinguinlândia ! Economia de 8.6% em qualquer loja no estado de Washington. Pesquisando mais na internet sobre este assunto, encontrei o seguinte:

Residents of Canada and US states or possessions (only US and Canadian locations having a sales tax of less than 3%, e.g., Oregon, Alaska & Alberta) are exempt from sales tax on purchases of tangible personal property for use outside the state. Stores at the border will inquire about residency and exempt qualified purchasers from the tax.

Fonte: http://www.speedtax.com/washington-state-sales-tax

Até aonde eu pesquisei, esta isenção de taxa não existe nos outros estados americanos.

 
Supernatural Canada © 2013