Chegada em Calgary, Frio, Carro e Trabalho



Creio que não chegamos em Calgary em um bom período para mudança de cidade, mas como era a empresa que estava cuidando de todo o nosso deslocamento, neste caso qualquer período é bom...

Saimos de Vancouver com uma temperatura na média de 8c e pousamos em Calgary no dia 04 deste mês no meio de uma tempestade de neve e temperatura na média de -25c. O avião quase voltou para Vancouver devido ao mal tempo, mas o Embraer 190 da Air Canada se garantiu no momento do pouso mesmo com ventos na faixa de 40Km/h e visibilidade quase 0.
Em cada momento podemos ver o cuidado de Deus por nós.

Ficamos muito felizes de poder comprar nosso carro e assinar o contrato de aluguel do apartamento. Até o começo de Janeiro estaremos no hotel que a empresa nos ofereceu.

Acho que seria muito interessante eu contar como foi a nossa compra do carro, pois muita gente me pergunta sobre isso. Nós decidimos comprar um carro novo por dois motivos:

* Juros muito baixo, podendo chegar a 0% em 60x.
* O juros de carro usado é altíssimo. Mais de 8%.
* Não teríamos condição de comprar a vista um carro de no máximo 2 anos de uso, que era o que queríamos.

O modelo de carro que escolhemos foi o Nissan Rouge AWD. A compra foi relativamente tranquila, até chegar o momento de análise de crédito. Para falar a verdade eu acho que foi um milagre a gente ter sido aprovado para fazer o leasing de um carro pois temos apenas 4 meses no Canadá e nada de histórico de crédito ainda. Aqui no Canadá é obrigatório o seguro do carro. Para ter o desconto no seguro, nós trouxemos do Brasil uma carta (em inglês) da seguradora comprovando que eu tenho mais de 5 anos de seguro no Brasil sem acidentes e 10 anos de carteira de motorista. Esta carta ajudou muito no momento de fechar o contrato com a seguradora. O valor ficou por CAN 98,00 por mês, incluindo o seguro para a Amanda.
Como a compra do carro era nossa prioridade no momento que chegamos em Calgary, escolhemos alguns acessórios muito importante para a cidade e que no Brasil não faria nenhum sentido. Fizemos questão de pegar um carro AWD (ou 4X4) para não ficar atolado na neve (muito comum nesta época), Heated Seats (aquecimento nos bancos) e remote starter (partida a distancia). Com isso, no frio rigoroso desta cidade, podemos ligar o carro de dentro da nossa casa, trabalho, shopping (até 700m de distânca) uns 10min antes de entrar no carro e quando você chega ele está quentinho.

O ambiente de trabalho aqui na empresa realmente me surpreendeu e a diferença é grande em comparação com o ambiente de trabalho no Brasil. Tenho experiência de trabalho em grandes e pequenas empresas e nada se compara com o que eu estou passando. Pelo menos aqui na minha empresa, tenho visto que o "Work life balance" tomou conta da filosofia da empresa. O horário de trabalho é das 8h da manhã até as 17h, mas as 16h não tem mais quase ninguém no escritório, mesmo que as pessoas almoçem fora (1h de almoço). Eu estou tentando tirar aquela mentalidade das empresas brasileiras, que se o seu horário é até as 18h e você sai as 18:05, o seu chefe te pergunta se você está "desmotivado". Aqui foi o primeiro lugar que eu vi o chefe ir embora antes de todos e perguntando porque você ainda não foi embora...
Na minha opinião, este tipo de filosofia gera um ambiente de trabalho mais agradável, com pessoas mais dedicadas e com melhor rendimento. Isso eu posso notar no dia-a-dia de trabalho. Neste exato momento eu cheguei de almoço e me expantei quando eu vi que só tinha eu no andar inteiro...mesmo que seja véspera de natal, eu imaginava que as pessoas sairiam um pouco mais cedo, mas nem tanto ! eh, acho que vai levar mais alguns dias para entender esta Canadian Experience...

By the Way, Feliz Natal a todos e um ano novo com muita paz e saúde !

"Porque um menino nos nasceu; um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros, e o Seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz" (Isaías 9:6)

Benção inesperada - Calgary, AB



O que começou como um "teste" ou uma "brincadeira" para analisar o mercado de TI fora de Vancouver acabou se tornando em uma proposta indecente (no bom sentido...) e eu não pude negar a proposta. A empresa não apenas me ofereceu 12% a mais do que eu tinha pedido para eles, mas também me ofereceram para eu ir a Calgary no plano interno de relocação de funcionários. Eles pagarão toda a mudança, hotel no primeiro mês, multa da minha quebra de contrato no atual apartamento que estou em Vancouver, passagens para Calgary para procurar apartamento enquanto estamos em Vancouver e uma pessoa interna da empresa dedicada a cuidar de toda nossa mudança e do nosso bem estar na chegada em Calgary.

Realmente Deus me surpreendeu com tamanha benção em um momento que muitos acreditam que o Canadá ainda está em recessão...mas felizmente o Reino de Deus nunca entra em recessão e como diz em sua palavra, não podemos imaginar o que Ele tem preparado para aqueles que o amam.

Os benefícios que eles oferecem são similares aos benefícios das grandes empresas no Brasil.
* Plano de saúde extendido (Sun Life) desde o primeiro dia de trabalho (100% dental, medicamentos e clareamento de dente reimbolsados, 100% qualquer tipo de exame não coberto pelo governo, etc...). A grande maioria das empresas no Canadá oferecem este tipo benefício apenas após o período de experiência (3 meses).
* Seguro saúde internacional.
* Plano investimento (a empresa dá uma "ajuda" de 60% a 100% em cima do valos que você contribue).
* 3 semanas de férias a partir do primeiro ano (depois aumenta para 4).
* 7 dias Flex por ano. Posso tirá-los com as férias ou no decorrer do ano.
* Plano de aposentadoria
* Bolsa de estudos
* Academia e Programa Wellness destinado ao bem-estar do empregado.
* Etc.

A empresa que eu vou trabalhar como analista de sistemas SAP, é de petróleo com plantas em vários países. Eles me informaram que eu estarei visitando algumas plantas, inclusive no Brasil, para conhecer toda operação.

No momento estou na correria para devolver o apartamento, preencher os formulários da empresa e tentar conhecer alguns lugares aqui perto de Vancouver antes de mudarmos para Calgary. O que nos deixa triste é que conheçemos pessoas super especiais aqui em Vancouver que se tornaram grandes amigos e irmãos. Eles não estarão presentes em Calgary, mas pelo menos com apenas 1h e 15 min de vôo para Vancouver poderemos nos encontrar sempre que pudermos.

Eu não poderia deixar de agradecer a Deus escrevendo este post contando tamanha benção. Eu acredido que nós nascemos com um propósito, vivemos para glória de Deus. Eu não sei por quanto tempo ficaremos em Calgary, mas que este tempo seja usado para deixar nos corações das pessoas lembranças de uma fé inabalável.

Isaías 41:10-11 "... não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel..."

Entrevista em Calgary e Mercado de TI no Canadá



A quase um mês atrás eu decidi "testar" como está o mercado de TI fora de Vancouver e eu me espantei com a resposta que eu tive. Vancouver, apesar de ser uma das maiores cidades do Canadá, ainda não está dando bons sinais de recuperação no mercado de trabalho de TI, mesmo depois da crise ter sido "oficialmente" anunciada como encerrada.

Gostaria de ajudar os colegas da área com este post passando algumas informações baseadas na minha experiência. Sou formado na área de computação e a minha especialização é como Analista SAP (módulo SD), Gerente de Projetos e analista WEB (SEO, Webmarketing, etc). A minha experiência principal é como Analista SAP, portanto quando eu cheguei no Canadá foquei em aplicar mais para vagas SAP do que para WEB e gerenciamento de projetos. O mercado de TI em Vancouver não se compara com o mercado em Toronto, Montreal e Calgary. São pouquíssimas vagas que tem na área e a cidade tem poucas consultorias. Uma das coisas que percebi nos anúncios das vagas é que as consultorias que têm na cidade normalmente trabalham com as mesmas oportunidades, então você não pode aplicar para a mesma vaga em duas consultorias diferentes, você tem que escolher para qual consultoria aplicar. Outra ponto é que as consultorias trabalham com vagas de grandes empresas e caso você já tenha aplicado para determinada vaga diretamente no site da empresa e depois você aplica para esta vaga através de uma consultoria (headhunter) o seu currículo vai para o lixo. O problema é que normalmente as consultorias postam apenas as vagas e não informam para qual empresa é a oportunidade, então muita gente acaba dançando ainda antes de receber uma ligação para marcar uma entrevista. Esta foi uma das primeiras coisas que aprendi quando cheguei em Vancouver.

Para quem é da área de TI e deseja vir para Vancouver, recomendo estar aberto para no início trabalhar fora da área ou trazer bastante dinheiro para poder se manter por alguns meses (média de 7 a 9) sem trabalhar na área. Agora quem deseja ir para Toronto, Montreal ou Calgary a história é outra.

Na última reunião que tivemos da BCA (Brazilian Community Association) é que em Vancouver, a média para cada 200 aplicações que você faz, recebe um retorno (ligação marcando alguma entrevista) de apenas 2 empresas. Eu achei muito estranho esta estatística, mas baseado na minha experiência posso concluir que eles estão corretos porém existem algumas dicas que você pode aplicar para conseguir o máximo de retorno possível e isso acabou funcionando comigo. Consegui um retorno de cada duas aplicações que eu fazia. Seguem algumas dicas:

* Preparar um Cover letter e um currículo para cada oportunidade que deseja enviar, baseado no Job description. Isso demanda bastante tempo, porque você terá que analisar bem o que eles pedem e colocar no currículo apenas o que tem de especial para o que eles estão pedindo.
* Mesmo que a vaga não peça o Cover Letter, envie mesmo assim.
* No corpo do email, faça um Cover letter super resumido, mais para chamar a atenção do recrutador para que ele não delete o seu email.

A um mês atrás eu decidi testar o mercado de TI fora de Vancouver e eu fiz três aplicações para oportunidades SAP. Duas aplicações para Calgary e uma para Toronto. Para minha surpresa na mesma semana eu tive retorno das três aplicações. Uma delas eu levei a frente, passei em todas as etapas da entrevista (psicológica e técnica). No início da semana eles me ligaram perguntando se eu poderia ir até Calgary conhecer a empresa e passar o dia com eles. Eles iriam me pagar um vôo na sexta de manhã e voltar no final da tarde. Como era meu Day Off na atual empresa que estou trabalhando, aceitei na hora e lá fui eu...a primeira impressão que eu tive de Calgary é que é uma cidade pequena querendo ser grande mas ainda não é...hehe...O centro da cidade (downtown) é muito pequeno. Tem vários arranha-céus de empresas de petróleo (como a que eu fui fazer a entrevista) e nada mais. A cidade é grande mas ao mesmo tempo parece ser pequena porque tudo é muito espalhado, como em Brasília. A visita foi muito válida pois eu pude voar para Calgary de graça, conhecer a cidade e ainda almoçar em um belo restaurante...

Para quem é da área de TI, o Network é muito importante então recomendo a todos se prepararem o melhor que puderem tecnicamente, vir com o inglês no mínimo avançado, tentar criar uma rede de contatos no Canadá assim que chegarem e ter a certeza de que o sonho de vir para o Canadá é o mesmo sonho que Deus tem para você...

“Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá.” (Pv. 19.21)

Primeiro Emprego e Show do U2



Finalmente minhas férias acabaram...entrei de férias em Julho quando sai da minha empresa no Brasil para imigrar para o Canadá. Eu consegui um emprego de Coordenador de Customer Services em uma grande rede canadence. Como a empresa é muito grande, o primeiro dia foi como o de uma grande empresa que tem uma política de RH bem estruturada. Foi o dia inteiro vendo vídeos de apresentação sobre a empresa, política da empresa, segurança, etc...sexta passada foi o meu segundo dia e ainda tenho mais umas duas semanas de treinamento.

Quarta feira passada tivemos o show do U2 aqui em Vancouver. Eu comprei os ingressos ainda no Brasil a quase quatro meses atrás. O show foi espetacular. Faz parte da turne U2 360. Dizem os críticos que até hoje nunca houve uma banda com uma estrutura de palco tão grande como esta turne do U2. O palco é de tirar o folego. De qualquer parte do ginásio você tinha uma boa visão do palco e em cima ainda tinha um monitor gigante que passava algumas apresentações no decorrer da música. O Black Eyed Peas abriu o show com vários hits já conhecidos...

Thanksgiving to God !




Oi Pessoal!

Desde que criamos o nosso blog era o Rafael o principal escritor das nossas postagens.

Hoje resolvi escrever e o principal motivo é que amanhã é dia de ação de graças aqui no Canada e estou muito grata ao nosso Deus pelas vitórias que temos conquistado aqui.
Quem nos acompanha sabe que desde que chegamos, começamos a procurar emprego, mas o que eu nunca imaginaria é que eu conseguiria um trabalho logo no começo, conforme post anterior e somente após alguns dias, receberia outra oportunidade exatamente na minha área.

Agora, durante a semana trabalho em uma empresa de intercâmbio, Cypress Intercâmbio e final de semana continuo na The North Face, que também não foge muito da minha área. As duas oportunidades foram um presente de Deus para mim, pois na loja tenho contato com pessoas do mundo inteiro e é uma loja completamente canadense ( Roupas de frios maravilhosas) e na Cypress é uma ótima oportunidade, pois acredito que terei crescimento profissional e sei que Vancouver tem sido escolhida por muitos estudantes como a melhor cidade para estudar.

Meu trabalho é dar apoio aos estudantes e às famílias que hospedam. Nós temos serviços de homestays, vendemos seguro saúde, passagens, cursos de inglês e pacotes para quem quer vir para o Canadá estudar, estudar e trabalhar, enfim, temos muitas opções, e somos a única empresa em Vancouver que tem condição de dar um verdadeiro suporte ao estudante ou cliente que está vindo.

O que posso compartilhar com vocês sobre nosso início aqui é que começar tudo de novo não é fácil, o Rafa ainda está fazendo entrevistas, mas creio que nosso Deus, assim como tem feito em pequenas coisas, fará o impossível para que tenhamos uma vida vitoriosa no Canadá. Só quero gritar bem alto: Obrigada Jesus, pelas pessoas que temos conhecido aqui, por estar conosco todos os dias, nos dias ensolarados, nos dias de solidão, nos dias frios e por sabermos que tudo que estamos passando aqui é conforme os teus insondáveis caminhos.

"Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus ! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis são os seus caminhos! Quem pois conheceu a mente do Senhor?" Romanos-11(33-34)

Psalm 100:4-5 – "Enter his gates with thanksgiving and his courts with praise; give thanks to him and praise his name. For the Lord is good and his love endures for ever; his faithfulness continues through all generations."

ps. Quem estiver vindo para o Canadá a turismo, imigrando ou para estudar, pode entrar em contato comigo. Oferecemos Homestay, hotéis econômicos, seguros e muito mais!
>> http://www.cypressintercambio.com <<

Segunda semana de Conquistas e Vitórias




Hoje completamos duas semanas e quatro dias no Canadá e graças a Deus conseguimos resolver muitas coisas e também começar a conquistar nossas vitórias neste país.
Uma das coisas mais importantes que resolvemos, foi fechar o contrato com o apartamento que alugamos. Decidimos neste primeiro ano morar em Downtown por ser mais fácil para se adaptar na cidade e também por ter de tudo bem próximo da gente. Semana passada fechamos contrato com um apartamento na Robson St. que é uma ótima rua na cidade. A dona do apartamento é uma Chinesa super simpática e achou super 10 a gente ter vindo como Residente Permanente ! Achei muito legal, ela pediu algumas referências e nada mais. No dia seguinte ligou para a gente oferecendo o apartamento (para quem não sabe, aqui você só diz que gostou do apartamento e quem escolhe o locatário é o dono do apartamento e o contrato é direto com ele).

Desde que chegamos não paramos um minuto...sempre tinha alguma coisa para fazer, mas o que mais fizemos foi aplicar para as vagas de trabalho na cidade. Não só eu, mas a Amanda também fez aplicações para algumas vagas na área dela e nestas duas semanas ela já conseguiu fazer três entrevistas na área dela (Administração). Para Glória de Deus hoje ela foi chamada em uma vaga para começar já na próxima semana. Ela vai trabalhar a duas quadras do nosso novo apartamento (5 min andando). Eu nunca imaginava que ela iria trabalhar antes de mim, primeiro porque o inglês dela é de intermediário para avançado e segundo que eu estava aplicando para muito mais vagas do que ela...Mas Deus sabe o que faz e para Ele nada é impossível.

Eu já consegui fazer vários contatos na minha área (TI) e já fui para duas entrevistas. A última delas foi hoje e eu fui muito bem...creio que vai dar certo esta oportunidade. Graças a Deus o vento está a nosso favor e que as coisas continuem assim...

Primeira semana no Canadá

Esta semana fizemos uma semana no Canadá. Desde o dia que chegamos não conseguimos parar em casa pois tinhamos muita coisa para resolver. Ainda no Brasil eu aluguei um carro por uma semana, para facilitar as coisas nos primeiros dias e foi muito bom pois conseguimos conhecer bem a cidade, visitar alguns bairros e resolver as coisas mais importante para os primeiros dias.

Graças a Deus desde o nosso embarque em Floripa tudo ocorreu tranquilo. Trouxemos 6 malas e não pagamos excesso em nenhum trecho. Quando chegamos em Toronto correu tudo tranquilo na imigração. Não durou mais do que 5 minutos. O oficial perguntou apenas quanto trouxemos de dinheiro e o nosso endereço. No final disse que dentro de um mês iríamos receber o PR Card.
Quando chegamos em Vancouver fomos direto pegar o carro e viemos para o nosso apartamento que alugamos por um mês.

Nesta primeira semana conseguimos fazer:

* Tirar o SIN number

* Abrir duas contas de celular com a Rogers para mim e para a Amanda

* Abrir conta no banco TD Canada Trust

* Iniciar o programa Job Search do governo. O Case Manager é a pessoa que irá me acompanhar a entrar no mercado de trabalho Canadense. Como eu já tive experiências de trabalho internacional (Canadá e EUA), meu case manager me indicou ir direto para um conselheiro profissional para começar a aplicar para as vagas que eles recebem, ao invés de fazer os cursos que o governo oferece...eu achei isso ótimo porque no meu caso eu já participei de cursos/workshops semelhantes quando trabalhava em uma grande multinacional.

* Pesquisar preço de carros (decidimos comprar mais tarde). A pesquisa por carros foi muito interessante. Além dos preços dos carros serem muito baixos, a SUZUKI está vendendo carro em 72x com 0% de Juros e a Honda em 84x com taxa de 0.5 ao ano...só aqui mesmo...

* Ir no AUTOPLAN (Seguro de carro do governo) para verificar quando iríamos pagar de seguro em um carro. Como trouxemos a carta da seguradora do Brasil, nós vamos ter 30% de desconto no valor do seguro. O preço não varia muito de um carro para outro. Iremos pagar por volta de CAN 170,00 para o seguro de um SUV (ex. CR-V) ou de um carro mais básico (ex. Toyota Yaris)
A atendente nos informou que o preço não varia muito de um carro para o outro porque a diferença de preço é pequena (ex. CR-V $30.000 e um Toyota Yaris $22.000) mas o preço varia de acordo com o tempo de seguro que a pessoa já foi coberta sem acidentes pessoais. Eles não querem dar desconto para quem já bateu e teve danos corporais porque o valor para danos corporais aqui é altíssimo...

* Ainda deu tempo de conhecer dois casais de imigrantes super gente boa...a família Chocólatra e o Leo e a Simone do blog "O Canada me quer".

Esta semana começamos a fazer as aplicações para as vagas de trabalho e esperamos que agora, se Deus quiser, venham as entrevistas !

Nada é impossível para Deus


'Nada é impossível para Deus'. (Lucas 1:37)

Um homem contava a um menino a história de Cristo curando o cego Batimeu. Quando chegou ao ponto em que o Senhor pergunta ao cego: 'Que queres que eu te faça?', pergunta o jovem amigo:

- 'O que você pederia a Cristo se fosse o cego?'
- 'Oh, disse a criança, com um semblante empolgado e olhos faiscante, 'eu pederia um lindo cão com coleira e corrente para me guiar'.

Esta história ilustra como em varias situações não enxergamos que Deus pode fazer muito mais do que pedimos ou pensamos. A Bíblia apresenta na vida de Jesus milagres extraordinários em que Ele faz o que todos chamariam de impossível. Deus pode realizar milagres em nossas vidas e na vida dos outros usando-nos como instrumento em suas mãos, basta estarmos atentos para não nos afastarmos de Deus, para não perdermos as oportunidades que Deus tem nos dado.
E você? O que tem pedido a Jesus diante de seus problemas e limitações? O que você quer de Deus? Voltar a ver ou um cachorro com coleira para guiá-lo?

Diante da pergunta do Senhor Jesus, imediatamente o cego respondeu:

“Senhor que eu torne a ver”.

Que esta seja a nossa resposta diante do Senhor Jesus, todos os dias, diante de todas as circunstâncias.

Segue abaixo um texto muito legal que eu li na Internet e gostaria de compartilhar com vocês:

Conquistar o impossível

... é se colocar por completo na presença do Senhor e debaixo da sua vontade,
... é poder perceber a ação de Deus nas pequenas coisas que acontecem ao nosso redor,
... é seguir uma direção somente pela certeza da fé
... é entender que pelo poder de Deus qualquer coisa, pessoa ou até mesmo um país inteiro pode se mover para te abençoar
... é confiar que o Senhor sempre fará o melhor no seu tempo perfeito
... é crer antes de acontecer
... é sentir antes de tocar
... é alcançar aquilo que só é possível pela ação de Deus.

TOP 3 razões para o visto ser negado

UPDATE: O post abaixo é referente ao Visto de Imigração para o Canadá. Leia o novo Post sobre os principais motivos para o Visto de Turismo ser negado clicando aqui !

Oi Pessoal,

Como estamos nos últimos dias em terras brasileiras, não estou tendo tempo para postar com uma freqüência legal, mas felizmente encontrei um tempinho para falar sobre um assunto que tem pegado de surpresa muito candidato a imigração. Desde que eu iniciei o meu processo, em Março de 2008, fiz uma pesquisa para saber quais são os principais motivos que um visto é negado pelo Consulado Canadense, no processo Skilled Worker. Graças a Deus não tivemos a experiência de ter o visto negado. Imagino que deve ser terrível, pois além de você colocar todos os seus sonhos em um novo país você também adia diversos projetos pessoais e fim de que sejam realizados quando estiverem no Canadá. Nós deixamos de realizar diversas coisas, como comprar algo novo para casa e trocar de carro, tudo devido a este projeto, portanto a melhor coisa seria analisar bem como funciona todo o processo, ler bem todos os manuais e em caso de dúvida entrar em contato com alguém que já tenha finalizado o processo com sucesso.

TOP 3 Razões:

1) Pontuação no quesito educação.

O manual diz:

Points are awarded for earned educational credentials as well as the number of years of full-time studies or full-time equivalent studies. To be awarded points, you must meet both stated criteria.
Full-time studies: At least 15 hours of instruction per week during the academic year. This includes any period of workplace training that forms part of the course.
Full-time equivalent studies: If you completed a program of study on a part-time or accelerated basis, count the length of time it would have taken to complete the program on a full-time basis.
Use the chart below to determine your points. If you have not completed the number of years of study that correspond to your highest educational credential, award yourself points based on the number of years of study.
Example 1: If you have a Master’s degree but have completed only 16 years of full-time study, award yourself 22 points.
Example 2: If you have a four-year Bachelor's degree and have completed 14 or more years of study, award yourself 20 points.

• Master’s or PhD AND at least 17 years of full-time or full-time equivalent study - 25 Points
• Two or more university degrees at the Bachelor's level AND at least 15 years of full-time or full-time equivalent study - 22 Points
• A three year diploma, trade certificate or apprenticeship AND at least 15 years of full-time or full-time equivalent study - 22 Points
• A university degree of two years or more at the Bachelor's level, AND at least 14 years of full-time or full-time equivalent study - 20 Points
• A two year diploma, trade certificate or apprenticeship AND at least 14 years of full-time or full-time equivalent study 20 - Points
• A one year university degree at the Bachelor's level AND at least 13 years of full-time or full-time equivalent study - 15Ponts
• A one year diploma, trade certificate or apprenticeship AND at least 13 years of full-time or full-time equivalent study - 15Points
• A one year diploma, trade certificate or apprenticeship AND at least 12 years of full-time or full-time equivalent study - 12 Points

O que o pessoa faz:

* Adiciona o tempo de estudo no curso de pós-graduação com o tempo de estudo no curso de graduação para contar como 22 pontos. Errado !

Comentário: O tempo de estudo em um curso de pós-graduação latu-sensu ou um MBA não conta nenhum pontinho neste processo, portanto por mais que você tenha uma ou duas pós/MBA, são 20 pontos. Apenas recebe 22 pontos quem tem um Mestrado.
OBS: Full-Time equivalent study corresponde no mínimo 15 horas de aula/estudo por semana.Quem é formado em curso de tecnólogo com duração de 3 anos também recebe 20 pontos e quem é formado em 2 anos recebe 15 pontos.

2) Descrição da atividade profissional no quesito Work Experience.

O manual diz:

If the initial description and list of main duties match what you did at your last job(s), you can use this experience to earn points under the selection factors when you apply as a skilled worker. If the description does not match your work experience, then you might not have the experience you need to apply as a skilled worker. Look through the NOC list to see if another occupation matches your experience. Check all the jobs you had in the past 10 years to see if you have at least one continuous year of work experience in a job that will qualify you as a skilled worker. Note: Remember that you must have work experience in an occupation in Skill type 0 or Skill level A or B and that your experience must have occurred in the 10 years before you applied.

O que o pessoa faz:

* A descrição que a pessoa colocou sobre a função que exerce ou exerceu no trabalho não bate com a descrição que está no site do NOC.

Comentário: Como no novo processo a pessoa já deve informar no formulário inicial a descrição da função profissional, caso o Consulado verifique que a descrição não corresponde com a descrição fornecida no site do NOC, eles nem passam adiante este processo, portanto a descrição da sua função deve bater no mínimo em 95% com o que está descrito no código da sua profissão no site do NOC. Caso a sua função não seja correspondente seu visto será negado.
Ex. Se o código da sua profissão é 0213 (IT Managers), no momento que você descrever o sobre a sua função no formulário, use como modelo o que já tem descrito no site do NOC caso a atividade corresponda com a sua função.

3) Tempo de experiência profissional.

O manual diz:

Minimum Work Experience Requirements You must meet the following minimum work experience requirements to be eligible to apply as a skilled worker:
• You must have at least one continuous year of full-time, paid work experience or the equivalent in part-time continuous employment.
• Your work experience must be in the category of Skill Type 0, or Skill Level A or B on the Canadian National Occupational Classification (NOC). See below for instructions on determining the NOC category for your work experience.
• You must have had this experience within the last 10 years.

O que o pessoa faz:

* Contar como 3 anos de trabalho se a pessoa trabalhou 2 anos na primeira empresa, 11 meses na segunda e 10 meses na terceira para ganhar 19 pontos (a ordem não importa). Errado !

Comentário: Por mais que você tenha trabalhado quase 4 anos, neste caso você receberá apenas 17 pontos, como se tivesse trabalhado apenas 2 anos. O consulado conta apenas o tempo que você trabalhou por mais de 1 ano na mesma empresa. Se você trabalhou 1 ano e 6 meses em uma empresa e 1 ano e 6 meses em outra empresa, todo este tempo será contado e você terá 3 anos de experiência, mas se você tem menos de um ano em uma empresa este tempo não será computado.
OBS: Quem trabalha como PJ (meu caso) pode ter trabalhado em diversas empresas por pouco tempo. Neste caso o que conta é o tempo que você tem a sua empresa aberta, portanto se você é PJ a 4 anos, você receberá 21 pontos.

Bom, estas são as principais razões para ter problemas no seu processo. Sobre os outros quesitos como Job Offer, Age e Language Proficiency eu ainda não conheço quem tenha tido problemas. O manual é muito claro sobre eles e espero que ninguém calcule a sua idade ou os pontos do IELTS errado...rsrsrs. Também não conheço quem tenha conseguido um Job Offer para o processo.

Faith Like Potato (O Fazendeiro e Deus)



Este é o título de um filme que nós assistimos recentemente e me fez pensar na semelhança da experiência que este fazendeiro teve no interior da África com a experiência que a maioria dos imigrantes tem ao deixar tudo no seu país de origem e partir para recomeçar a vida. Agora você me pergunta: O que tem em comum entre a vida de um fazendeiro no interior da Africa (Zambia) com a vida de um futuro imigrante ? Bom...primeiramente eu recomendo a todos vocês a verem este filme e pensar em dois aspectos: Qual o problema que ele enfrentou e com quem ele enfrentou estes problemas.

Angus estava disposto a deixar tudo o que ele tinha em Zambia: sua fazenda, tratores e gados e partir para uma vida totalmente nova em KwaZulu. O motivo para esta mudança foi a falta de segurança causada por confrontos políticos que estavam ocorrendo naquela região. Eles tinha duas opçoes. Continuar naquela situação ou teriam que vender tudo o que tinham e recomeçar a vida do zero em um novo lugar.

Quando Angus e sua família chegaram na nova cidade, a vida dele estava uma bagunça. Tudo o que ele fazia na fazenda não estava dando certo, com isso acumularam uma grande dívida. Suas forças estavam se esgotando. A região estava enfrentanto uma seca terrível devido ao fenômeno climático El Ninõ. Os produtores extrangeiros daquela região estavam se desfazendo das suas fazendas e voltando ao seu país de origem.

Neste momento ele foi convidado à participar de uma reunião de agricultores na Igreja Metodista local. Nesta reunião os fazendeiros contavam suas experiências e falavam sobre a mensagem de salvação de Jesus Cristo. No final da reunião ele e sua família entregaram suas vidas e tudo o que tinham à Jesus.
A partir deste momento os milagres começaram a acontecer e sua vida nunca mais foi a mesma.
Como consequência, em vez de riqueza, o fazendeiro passa a buscar o Reino de Deus, e grandes milagres começaram a acontecer, além dele ter encontrado a felicidade, a paz e o sucesso.

Diante desta história real, posso tirar duas lições:

Primeira lição: A questão não é o problema que enfrentamos, mas com quem enfrentamos estes problemas.

Depois da entrega de sua vida a Jesus, ele passou a confiar toda a sua família e seus negócios à Deus. Ele passou a busca e conhecer a Cristo, com isso ele passou a ter diversas experiências com Ele e sua fé foi aumentando a cada dia.

Mesmo entregando a sua vida à Cristo, os seus problemas não desapareceram, ao contrário, os maiores ainda estavam prestes a acontecer. O grande diferencial é que agora ele tinha um Deus todo poderoso que era seu guia e que iria ajudá-lo em qualquer problema ou situação. Determinado dia Deus falou com ele para plantar batatas em sua fazenda, mas todos acharam que ele estava louco, pois o clima estava muito seco, e não chovia.
Todas as circunstancias indicavam para ele não fazer esta loucura, mas ele estava convicto do que Deus tinha pedido a ele.

Segunda lição: Não importa a situação, se Deus manda, apenas obedeça.

Mesmo sem nenhum apoio, Angus plantou as batatas pela fé e por obediência a Deus. Após alguns meses eles tiveram uma grande colheita.

Creio que agora podemos traçar uma comparação com a vida dos futuros ou atuais imigrantes. Todos deixaram seu país de origem, alguns venderam tudo o que tinham e partiram para uma nova nação. Mesmo diante da atual crise mundial, muitos estão decididos a largar tudo e partir para outro país. Ao mesmo tempo, em paralelo, alguns imigrantes estão enfrentando grandes dificuldades e voltam ao seu país de origem decepcionados.

Eu não sei qual é a sua situação neste momento, mas a algum tempo atrás eu decidi entregar a minha vida, meus sonhos e tudo o que eu tenho a Deus e deixar que ele me guie. Assim como na vida do fazendeiro, os problemas continuam, muitos problemas nos pegam de surpresa, mas a diferença é que conhecemos e buscamos um Deus que nunca nos decepciona e está sempre pronto a nos ajudar quando precisamos.

Temos vivido e compreendido que todo milagre é possível desde que Deus encontre alguém disposto a realizar a vontade do Pai.

Não importa o problema que você esteja enfrentando. Deus pode mudar a sua situação se você colocar sua confiança Nele. Ele tem o controle de tudo o que acontece debaixo do céu.

Jeremias 17.7-8 - "Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto".

1 Crônicas 29:11 - "Tua é, SENHOR, a magnificência, e o poder, e a honra, e a vitória, e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu é, SENHOR, o reino, e tu te exaltaste por cabeça sobre todos."

5 Passos para Imigrar para o Canadá




Como muitas pessoas me perguntam o que fazer para imigrar para o Canadá, decidi escrever este post com os principais passos para entrar no processo de imigração do Canadá.

Vale lembrar que existem dois processos de imigração para o Canadá: Processo Federal e o Processo do Quebec. O nosso processo foi pelo Federal. Caso queira saber como é o processo pelo Quebec, clique aqui.

As informações abaixo são decorrentes da minha experiência particular sobre o processo, portanto não é "oficial". No final do post tem o link que vocês podem fazer download do manual oficial do Processo Federal de Imigração.

Seguem os 5 Passos:

Ter pelo menos um ano de experiência em uma das seguintes ocupações:

(Lista atualizada dia 26/06/2010)
Cod.NOC
0631 Restaurant and Food Service Managers
0811 Primary Production Managers (Except Agriculture)
1122 Professional Occupations in Business Services to Management
1233 Insurance Adjusters and Claims Examiners
2121 Biologists and Related Scientists
2151 Architects
3111 Specialist Physicians
3112 General Practitioners and Family Physicians
3113 Dentists
3131 Pharmacists
3142 Physiotherapists
3152 Registered Nurses
3215 Medical Radiation Technologists
3222 Dental Hygienists & Dental Therapists
3233 Licensed Practical Nurses
4151 Psychologists
4152 Social Workers
6241 Chefs
6242 Cooks
7215 Contractors and Supervisors, Carpentry Trades
7216 Contractors and Supervisors, Mechanic Trades
7241 Electricians (Except Industrial & Power System)
7242 Industrial Electricians
7251 Plumbers
7265 Welders & Related Machine Operators
7312 Heavy-Duty Equipment Mechanics
7371 Crane Operators
7372 Drillers & Blasters - Surface Mining, Quarrying & Construction
8222 Supervisors, Oil and Gas Drilling and Service

>> Para você confirmar se a descrição da sua função corresponde a descrição necessária para o processo de imigração, acesso o site do NOC, coloque o código da sua profissão e verifique a descrição contida no site.
Site do NOC (National Occupational Classification)


Realizar o Self-assessment Test para você verificar qual é a sua pontuação no processo.

Este teste vai te ajudar a verificar aproximadamente qual é a sua pontuação. Para ser elegível você deve ter no mínimo 67 pontos ao final do teste. Estes pontos são comprovados através das documentações e da sua pontuação no teste de Inglês (IELTS) ou Francês (TEF).

> Clique aqui para realizar o teste.

Realizar o teste de Inglês IELTS e/ou o teste de Francês TEF

Juntar os documentos

Enviar os formulários e o comprovante de pagamento da taxa do processo para o consulado no Canadá

Tempo do processo: 6 a 12 meses. Para acompanhar o Timeline do pessoal que já fez a aplicação, acesse o site The Greatscape Timeline.

Estes passos estão explicados mais detalhadamente no manual do Processo Federal. O que eu coloquei acima são apenas os principais passos que você deve tomar para imigrar para o Canadá. Caso você esteja interessado em continuar e buscar mais informações, faça o download do manual do processo federal clicando aqui.

Os principais links sobre a imigração estão a direita na seção "Quer Imigrar ?"

Boa Sorte !

Fortaleza, checklist e primeiras entrevistas

Oi Pessoal,

Agora estamos em Fortaleza nos despedindo da família e dos amigos. Meus pais vieram conosco para curtir a cidade e como os pais da Amanda são daqui, estamos hospedados na casa deles. Da minha família só tenho minha avó/avô por parte de mãe que moram aqui. A cidade é maravilhosa e estamos aproveitando bastante.
Muito sol, água de coco, caranguejo...tudo que tem direito ! Como eu já morei aqui, e Amanda é daqui, temos vários amigos que saem conosco a noite e durante a tarde eu fico velejando (pratico Windsurf já faz um bom tempo). Quando encontro um tempo, fico pesquisando sobre o que está faltando para a gente fazer a respeito da imigração, e então resolvi fazer um Checklist. Ai vai:

* Carta do seguro do carro para tentar um desconto no seguro de carro no Canadá
* Fazer procurações
* Marcar check-ups diversos com médicos e dentistas
* Pegar receitas dos remédios prescritos que vamos levar
* Comprar remédios para farmacinha
* Preencher o form B4 para declarar os ítens que estamos levando (http://www.cbsa.gc.ca/publications/forms-formulaires/b4-eng.pdf)
* Preencher o form e677 declarando a quantia que estamos levando (http://www.cbsa-asfc.gc.ca/publications/forms-formulaires/e677.pdf)

Como não temos nenhuma "mudança" que irá depois, não vamos precisar preencher o form B4A Goods to follow. Já vendemos tudo, inclusive nosso carro. Creio que está faltando pouca coisa para a gente resolver. Se alguém quiser sugerir mais alguma coisa, me avisem !

Recomento a leitura os seguintes links. Eles são muito importante para quem estiver quase chegando no Canadá:

* Crossing the border: documents you need
http://www.cic.gc.ca/english/newcomers/before-border.asp

* Crossing the border with $10,000 or more?
http://www.cbsa-asfc.gc.ca/publications/pub/bsf5052-eng.html

* A Newcomer’s Introduction to Canadá:
http://www.cic.gc.ca/english/resources/publications/guide/index.asp

Estes último link dá um monte de dica do que fazer nos primeiros dias no Canadá.

Ah, a novidade é que já estou recebendo algumas ligações de empresas no Canadá oferecendo algumas vagas na minha área (TI). Recentemente eu comprei um número de telefone em Vancouver através do site http://www.didww.com/index.php. Este site oferece a possibilidade de encaminhar as ligações do seu número para o seu Skype. Depois, resta apenas configurar o seu Skype para que as ligações para ele sejam direcionadas para o seu celular ou telefone fixo. Com isso, as empresas me ligam achando que eu estou em Vancouver e eu aproveito para fazer alguns contatos e marcar entrevistas. Já recebi ligações de empresas em Toronto, Quebec, Montreal e Vancouver (a mais importante). Ontem eu recebi a licação que mais gostei, pois se encaixava perfeitamente o meu perfil. Era uma empresa em Vancouver oferecendo uma ótima oportunidade na minha área. No mesmo dia retornei a ligação para fazer a pré-entrevista por telefone. Como as primeiras entrevistas são pelo telefone, dará tempo de chegar em Agosto e participar do resto do processo se eu for aprovado. Fica ai uma dica de quem já quiser ir sondando o mercado de trabalho no Canadá.



Rafael

Supernatural Canada

Supernatural = Sobrenatural

O titulo deste blog representa a forma como conquistamos o que estávamos buscando há dois anos, o visto de residente permanente do Canadá. Na verdade, toda história que se passou para conseguir o visto começou bem antes de iniciarmos o processo. Iniciou em meados de 2002 quando eu comecei a pesquisar sobre imigração, porque o sonho de ter uma experiência fora do país já era bem antigo. Naquele momento eu entreguei a Deus este desejo e pedi para que este sonho se cumprisse no tempo Dele, caso também fosse a Sua vontade. A partir daquele momento, tudo o que aconteceu na minha vida profissional, como mudança de cidade, troca de emprego e a minha formação profissional foram se juntando como um quebra-cabeça e tudo, simplesmente tudo, cooperou para que o processo desse certo.

Quero dizer que durante esta jornada eu mudei de cidade quatro vezes e trabalhei em 6 empresas diferentes. Ressalto que se neste período eu não tivesse tido todas essas mudanças e experiências, eu não iria chegar aonde consegui chegar. Tudo foi perfeitamente planejado por Deus, porém a história não terminou por ai. Uma das maiores provas que passamos foi durante o processo.

Eu poderia ter iniciado o processo bem antes da data que eu iniciei, porém Deus nos orientou a aguardar mais um pouco porque Ele iria nos dizer quando seria para darmos entrada no processo. Aguardei uns dois anos para iniciar o processo. Durante este tempo eu continuei trabalhando, estudando Francês para prestar o TEF e o inglês para prestar o IELTS. Na ocasião eu precisava de quatro notas High no IELTS para atingir a pontuação mínima (67 pontos) no processo federal de imigração. Para atingir esta pontuação, eu precisava acertar no mínimo 90% de cada prova. Eu me dava bem em todos os simulados, porém não conseguia atingir a pontuação nas provas. Mesmo não alcançando a pontuação nas provas, Deus nos orientou a iniciar o processo pela fé em Março de 2008.

Na época que eu iniciei o processo, eu trabalhava em uma grande multinacional, utilizava o inglês diariamente, e mesmo assim eu não conseguia atingir a pontuação no IELTS. Determinado dia Deus nos falou que iria me dar uma estratégia sobre o processo, pois eu não gostaria de repetir o IELTS pela quarta vez e Ele sabia disso. Como parte desta estratégia, fizemos uma viagem a Vancouver em Dezembro de 2008 para eu fazer uma entrevista em uma grande empresa. Eu não consegui o visto de trabalho, mas consegui uma excelente carta de referência deles para eu anexar em meu processo.

Quando eu recebi a carta do consulado para enviar os documentos, o "gelo" aumentou, pois se eu quisesse desistir naquele momento, eu iria receber o dinheiro da taxa inicial do processo de volta ($1100), mas se quisesse seguir em frente, e não desse certo, não teria choro.

Pela fé eu enviei os documentos. Tudo bem organizado, com os documentos que comprovavam a minha experiência com o inglês, as cartas de referência, etc. Duas semanas depois, para Honra e Glória de Deus, eu recebi o pedido dos exames médicos. Estas duas semanas pareciam não terminar. Eu ficava imaginando que seria convocado para uma entrevista ou que eles não iriam aceitar me dar 4 notas High pelo material que eu enviei. Humanamente falando não era para dar certo, mas Deus convenceu o "coração do Rei" e nos deu a vitória !

Jo 14:12-14 - "Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai. 13 E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. 14 Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei."

Kick Off

Finalmente decidimos criar nosso blog, com um grande incentivo da minha blogamiga Rosi - Temperatura Maxima (valeu!!!), para compartilhar com familiares, amigos e futuros imigrantes a nossa nova etapa de vida no Canadá que estamos prestes a começar e o que fizemos para chegar até aqui.

A nossa saga para conseguir o visto de Imigrante foi uma grande aventura que começou há 2 anos atrás, através de um sonho que Deus colocou em nosso coração, e aos poucos compartilharemos mais detalhes com vocês. Passamos por grandes experiências durante o processo de imigração e não gostaríamos de deixar este aprendizado apenas conosco.

No próximo post irei descrever o porquê do "Supernatural" e contar um pouco da nossa história até o momento que iniciamos o processo.

Escolhemos Vancouver como "a nossa cidade" e vamos embarcar no dia 23 de Agosto de 2009.

Estamos quase lá para honra e glória do nosso Deus.

Sejam todos bem-vindos ao Supernatural Canada !

Rafael e Amanda.

 
Supernatural Canada © 2013